Primeiros Passos.

Compartilhe nosso conteúdo

 

As ligas acadêmicas são movimentos de pesquisa e extensão que surgem por iniciativa de acadêmicos com o objetivo comum de aprender mais a respeito de uma temática específica, e em relação a esta liga, a escolha do tema foi justamente em decorrência de motivação de um grupo de estudantes em promover um maior grau de conhecimento, eficácia e acessibilidade a um conteúdo que é o mais básico e fundamental do universo jurídico.

A liga surgiu no segundo semestre de 2018, por iniciativa de acadêmicos do curso de Direito. A primeira idealizadora foi a acadêmica Denise Leal, que na época cursava o 7º período, e, além disso, era voluntária de projetos de extensão como o PDH (Programa de Direitos Humanos), o PRIS (Programa de Referência em Inclusão Social) e “A Minha Constituição”.

Denise, motivada pelo desejo de responder a pergunta “como tornar o Direito mais eficaz?”, bem como, pela necessidade de incentivar mais alunos a participarem de projetos de extensão e pesquisa, idealizou a liga acadêmica. Em seguida, integraram a mesma, os acadêmicos: Ademar Fraga, Wilson Oliveira, Isadora Soares, João Victor Perillo, e Rafaela Bangoim. Durante o percurso, o diálogo foi uma ferramenta essencial para construir a ideia da liga, e muitas pessoas participaram, ainda que não houvessem integrado a ela posteriormente.

Como orientador da liga, a equipe escolheu convidar o professor, mestre e coordenador pedagógico do curso de Direito, Alessandro Paixão, que aceitou o convite e permanece ainda como atual orientador. No mesmo período, os integrantes criaram um instagram (ig: @liga.laad) para manter a comunicação com o público, e logo passou-se a idealizar um site, que posteriormente foi criado pelo então vice- presidente, acadêmico de Direito e jornalista, Ademar Fraga.

As pessoas até aqui citadas, foram as primeiras a idealizarem, e auxiliarem na construção do nome da liga e o estatuto. Durante esse processo de criação, mais acadêmicos integraram a liga, quais sejam: Lara Alves, Michelly Leão, Franco Pereira, Carlos César Menezes, Christian Lee, Guilherme Araújo, e Leorran Gomes.

Quando a estrutura da liga já estava acertada e as ideias estavam alinhadas, surgiu a necessidade de dar publicidade a sua criação, para que a comunidade acadêmica tivesse conhecimento do surgimento e instituição da primeira liga acadêmica, não apenas do curso de Direito da PUC Goiás, mas de todo o Campus V; e nesse contexto, ocorreu a Primeira Aula Inaugural da LAAD, na data de 20 de novembro de 2018, às 19 horas no mini auditório, sala 207 do bloco B do Campus V da PUC Goiás.

Estando presentes os diretores e coordenadores da liga, o evento iniciou-se com explanação da presidente, Denise Leal, e foram convidados a compor mesa o vice-presidente Ademar Fraga, a professora e coordenadora do curso de enfermagem da PUC Goiás, Vanusa, e também a palestrante do evento, Ataalba França. O evento deu publicidade e instituiu a LAAD, Liga Acadêmica de Acessibilidade ao Direito.

Palestrante e Mesa Diretora, durante a primeira aula inaugural.

Foi desta maneira que a liga iniciou suas atividades, e na data da publicação deste texto, a mesma já está perto de completar um ano de existência e atividades, conta com publicações no CONPEDI, a realização de muitos outros eventos (todos movimentadíssimos), formações e workshops para membros, realizou um programa na rádio que aconteceu nas manhãs de quarta-feira durante 6 meses, entre outras atividades, sempre com muitas ideias surgindo e debates acontecendo.

A liga surgiu como uma ideia e sonho, que foram colocados em prática e que continuam em processo de transformação e evolução. A liga tem objetivos e valores institucionais, e um entre eles é “trabalhar para mudar o mundo”, pois, enquanto acadêmicos e pesquisadores, seus integrantes acreditam que a transformação e a mudança são possíveis, principalmente através da educação e conscientização social.

A LAAD é a Liga Acadêmica de Acessibilidade ao Direito da PUC Goiás, e estuda os Direitos Humanos e, também, Direitos e Garantias Fundamentais. E todas as suas atividades, como atividades de extensão, eventos, ou reuniões, encerram-se sempre com um mesmo dizer, e assim, encerra-se também esse texto: nós somos a LAAD, Liga Acadêmica de Acessibilidade ao Direito, e nós acreditamos que o Direito pode ser mais justo, acessível e eficaz, e a Justiça não é mera utopia. Entre em contato conosco, nós aceitamos ideias e estamos abertos ao debate.

Deixe uma resposta